Corecon premia vencedores do 20º Prêmio Catarinense de Economia
Corecon premia vencedores do 20º Prêmio Catarinense de Economia - Corecon/SC

Os vencedores do 20º Prêmio Catarinense de Economia, uma promoção do Conselho Regional de Economia (Corecon-SC) com patrocínio do BRDE, foram premiados nesta segunda-feira, 10, em solenidade realizada em Florianópolis. O economista de Florianópolis Fábio Pádua dos Santos venceu na categoria Economista, e o acadêmico Jefferson Chaves da Silva, da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), a categoria Estudante.
Fábio dos Santos apresentou o trabalho "Capitalismo histórico e formas de sociabilidade: Uma hipótese sobre a formação do Brasil contemporâneo” e levou o prêmio de R$ 3 mil. Jefferson da Silva concorreu com a monografia "Pobreza multidimensional nas mesorregiões catarinenses: um estudo a partir da abordagem das necessidades básicas" e ganhou R$ 2 mil. Na categoria Estudante, em 2º lugar ficou Johnny William Monteiro, com a monografia “Países em desenvolvimento e investimento direto externo em paraísos fiscais”, que levou R$ 1,5 mil; e em 3º, Júlio Cesar Maliszeski ganhou R$ 1 mil com a monografia "Taxa natural de juros e meta de produto: uma análise da condução do Banco Central nos Governos Lula-Dilma”. Johnny Monteiro e Júlio Cesar Maliszeski são acadêmicos da Universidade Regional de Blumenau (Furb).

Estímulo á produção

O economista Fábio dos Santos tem o registro 3.684 no Corecon-SC. É bacharel em Ciências Econômicas pela UFSC (2008) e mestre (2012) e doutor (2016) em Desenvolvimento Econômico pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Foi professor visitante no Departamento de Sociologia da Universidade de Maryland (EUA) em 2014 e 2015 e em 2018, na Faculdade de Ciências Humanas e Economia da Universidade Nacional de Colômbia - sede Medellín. Atualmente, Fábio é professor colaborador/voluntário no Departamento de Economia e Relações Internacionais da UFSC e está vinculado como pesquisador ao Grupo de Pesquisa em Economia Política dos Sistemas-Mundo (UFSC) e ao Grupo de Estudos em Nacionalismo, Ideologia e Imperialismo (Unicamp). “Este prêmio, é sem dúvida, um estímulo à produção acadêmica. Parabéns à iniciativa do Corecon que, com o apoio do BRDE, tem incentivado mais este legado intelectual para servir de guia aos futuros economistas”, destacou Santos.
O acadêmico Jefferson Chaves da Silva desenvolveu sua monografia de conclusão do curso de Ciências Econômicas sob orientação da professora Solange Regina Marin e teve o trabalho publicado pela UFSC em 24 de maio. "Esse prêmio cumpre duas funções importantíssimas: aproxima os economistas acadêmicos de seu órgão de classe e estimula a prática da pesquisa e da redação econômica entre os graduandos em Ciências Econômicas. Estou muito feliz e orgulhoso por ter tido minha monografia vencedora desta categoria”, comentou Jefferson da Silva.

Leia os artigos dos Vencedores

Na categoria Economista, Fábio dos Santos apresentou o trabalho "Capitalismo histórico e formas de sociabilidade: Uma Hipótese sobre a formação do Brasil contemporâneo” e levará o prêmio de R$ 3 mil. Santos tem o registro 3.684 no Corecon-SC. Vencedor na categoria Estudante, Jefferson da Silva ganhará R$ 2 mil. Ele concorreu com a monografia "Pobreza multidimensional nas mesorregiões catarinenses: um estudo a partir da abordagem das necessidades básicas". Em 2º lugar ficou Johnny Willian Monteiro, com a monografia “Países em desenvolvimento e investimento direto externo em paraísos fiscais”, que levará R$ 1,5 mil; e na 3ª colocação, Júlio Cesar Maliszeski ganhará R$ 1 mil com a monografia "Taxa natural de juros e meta de produto: uma análise da condução do Banco Central nos Governos Lula-Dilma”. Johnny Monteiro e Júlio Cesar Maliszeski são acadêmicos da Universidade Regional de Blumenau (Furb).

Avaliadores

"A qualidade dos trabalhos foi muito boa como sempre e certamente os avaliadores tiveram muito trabalho para definir os vencedores", comentou o presidente do Corecon-SC, Alexandre Flores. A comissão avaliadora do 20º PCE foi integrada pelos professores Horst Schroeder (Univille); Carmen Rosário Ortiz Gutierrez Gelinski (UFSC); Luiz Alberto Neves (Unidavi); Adriana da Silva Diel (Unidavi); Gustavo Lima Soares (Univali) e Áureo Leandro Haag (Unochapecó).
As inscrições para o PCE foram realizados de 30 de abril a 28 de setembro por meio do site do Corecon ou de forma presencial. Nas monografias ou trabalhos de conclusão de graduação em Ciências Econômicas puderam participar estudantes universitários regularmente matriculados em curso de Ciências Econômicas na jurisdição do Corecon-SC ou recém-formados no primeiro e segundo semestres de 2017 e primeiro semestre de 2018, escolhidos entre aqueles selecionados pelas respectivas instituições de ensino e considerados por elas as melhores monografias de conclusão do curso.
Já os artigos técnicos ou científicos da categoria Economista deveriam ter sido publicado no ano anterior à concessão do prêmio ou no ano do concurso até a data da inscrição, em revista científica, nacional ou internacional, com Conselho Editorial, ou em Anais de congresso científico, nacional ou internacional, mesmo que em meio eletrônico, e o comprovante de publicação deveria ser encaminhado junto ao trabalho.

 Confira mais fotos do evento em https://tinyurl.com/yaxmrgwg

 

Corecon premia vencedores do 20º Prêmio Catarinense de Economia - Corecon/SC
Corecon premia vencedores do 20º Prêmio Catarinense de Economia - Corecon/SC
Corecon premia vencedores do 20º Prêmio Catarinense de Economia - Corecon/SC
Corecon premia vencedores do 20º Prêmio Catarinense de Economia - Corecon/SC
Corecon premia vencedores do 20º Prêmio Catarinense de Economia - Corecon/SC
Corecon premia vencedores do 20º Prêmio Catarinense de Economia - Corecon/SC
Corecon premia vencedores do 20º Prêmio Catarinense de Economia - Corecon/SC
Corecon premia vencedores do 20º Prêmio Catarinense de Economia - Corecon/SC
Corecon premia vencedores do 20º Prêmio Catarinense de Economia - Corecon/SC