Últimos dias para inscrição de trabalhos científicos no 23º CBE
Últimos dias para inscrição de trabalhos científicos no 23º CBE - Corecon/SC

Últimos dias para pesquisadores interessados em submeter trabalhos científicos ao 23º Congresso Brasileiro de Economia (CBE) garantir a inscrição dos artigos. O prazo se encerra na segunda-feira, 1º de julho, ao meio-dia. As inscrições podem ser feitas no site cbe2019.com.br. Os artigos poderão ser apresentados nos formatos de “artigo completo” ou “e-pôster”. Os projetos selecionados serão conhecidos dia 31 de julho.

O 23º CBE ocorrerá entre os dias 16 e 18 de outubro, no CentroSul, em Florianópolis. Os trabalhos científicos serão avaliados sob os critérios da originalidade e relevância; qualidade do delineamento e métodos; qualidade e clareza dos resultados apresentados e adequação do texto no que tange à correlação entre os objetivos, resultados e conclusões.

 Os temas abordados deverão tratar sobre políticas macroeconômicas, desenvolvimento, políticas públicas, relações e inserção internacional – tópicos que também norteiam a programação do congresso. Os melhores trabalhos científicos receberão um certificado de mérito. Mais informações em https://bit.ly/2LkxIjb

Mais de 1,5 mil economistas são esperados no 23º CBE, que terá como tema como “Alternativas para a retomada do desenvolvimento econômico”. “O 23º CBE será a grande oportunidade de discutir os rumos da economia nacional”, prevê o presidente do Conselho Regional de Economia de Santa Catarina (Corecon-SC), Paulo Roberto Polli Lobo, anfitrião do evento.

Será a segunda vez que a capital catarinense receberá o CBE – a anterior foi em 2005. A última edição do congresso, que ocorre a cada dois anos, foi realizada em Belo Horizonte, em 2017, quando recebeu cerca de 1,2 mil economistas de 26 estados e escolheu Florianópolis por aclamação para sede do evento deste ano.

"Entre as minhas expectativas para o 23º CBE é que a gente possa tratar dos assuntos que estão previstos, tais como a políticas fiscal e tributária, de maneira ampla, dando voz e espaço para os economistas que não aparecem na mídia tradicional, que têm posições diferenciadas em relação ao senso de ideia única, ao senso comum, que vive dando voltas em torno de si mesmo", comentou o presidente do Conselho Federal de Economia (Cofecon), Wellington Leonardo da Silva.

O 23º Congresso Brasileiro de Economia é uma realização do Corecon-SC e do Cofecon Economia com patrocínio do Corecon-RJ e apoio do Corecon Paraná e do Sindicato dos Economistas do Estado de Santa Catarina.