Economistas referendam chapa e consenso em eleição estadual

Os Economistas de Santa Catarina concluíram na noite de terça-feira (31) mais uma eleição para a renovação do terço de conselheiros efetivos e suplentes do Conselho Regional de Economia (CORECON-SC) e do delegado-eleitor efetivo e suplente junto ao Colégio Eleitoral do Conselho Federal de Economia (COFECON). Com 223 votos e 84,79% dos votos válidos, 20% de votos nulos e 20% de votos em branco, foi eleita a chapa de consenso “União e Responsabilidade”.

A votação começou às 8h do último dia 30 e encerrou exatamente às 20h de ontem, horário de Brasília, por meio do sistema eletrônico “web voto”, coordenado simultaneamente pela Comissão Eleitoral do COFECON em todo o País. Puderam participar da eleição todos os economistas registrados e em pleno gozo de seus direitos profissionais (quites com sua anuidade), acessando o site www.votaeconomista.org.br, com senha individual fornecida pelo Conselho Federal.

No entendimento do presidente do CORECON-SC, Paulo Roberto Polli lLobo, o mais importante do pleito foi  a união dos economistas de Santa Catarina em uma só chapa que representa o consenso da classe no Estado. “A chapa de consenso “União e Responsabilidade” trouxe profissionais indicados pelas três entidades que representam a categoria no estado: Conselho Regional de Economia 7ª Região/SC; Sindicato dos Economistas no Estado de SC; e Ordem dos Economista do estado de SC.

O novo presidente e vice-presidente do CORECON-SC, para mandato em 2018, serão escolhidos pela plenária do Conselho, composta pelos conselheiros efetivos e suplentes, por meio de eleição indireta, e acontecerá ainda na primeira quinzena de janeiro do próximo ano.

Data: 01/11/2017