Últimos dias para acadêmicos de Economia inscreverem-se na Gincana Nacional de Economia
Últimos dias para acadêmicos de Economia inscreverem-se na Gincana Nacional de Economia - Corecon/SC

Encerra na próxima quarta-feira, dia 14, o prazo para inscrições na 10ª Gincana Nacional de Economia, promovida pelo Conselho Federal de Economia (Corecon) com apoio do Conselho Regional de Economia (Corecon-SC). Neste ano, a grande novidade da gincana é que será realizada de forma 100% digital. A competição é voltada a acadêmicos da graduação em Ciências Econômicas, e as inscrições, gratuitas, podem ser feitas em www.cofecon.org.br/gincana.

 

Neste ano, a gincana vai distribuir R$ 7 mil em prêmios.  A competição é disputada em duas etapas: a regional, que ocorre entre os dias 17 e 21 de julho, e a nacional, na qual participarão os classificados na primeira fase, e que ocorrerá nos dias 6 e 7 de setembro. Em 2019, na última gincana realizada e ainda de forma presencial, a dupla Paula Guollo e Ramires Costa Ferreira, da Universidade do Extremo-Sul de SC (Unesc), ficou na 4ª colocação. Em 2020, devido à pandemia, não foi promovida. Em 2017, os estudantes Johny Willian Monteiro e Franklin Carlos Zummach, da Universidade Regional de Blumenau (Furb), foram os grandes vencedores da 7ª Gincana Nacional de Economia. Em em 2018, Daniel Wandrey e Wellington Adriano, também da Furb, ficaram na 3ª posição na disputa nacional.

 

A gincana tem o objetivo de estimular a integração entre as instituições de ensino de Ciências Econômicas e seus alunos de Economia; desenvolver e aplicar os conceitos econômicos, conciliando a prática com a teoria; possibilitar aos participantes uma simulação na administração restrita de variáveis macroeconômicas; proporcionar envolvimento dos estudantes de Economia com as atividades do Sistema Cofecon/Corecons.

 

“A gincana oferece aos graduandos em Ciências Econômicas a oportunidade de entenderem a conjuntura econômica de um país por meio de uma simulação divertida e inteligente. Propor a compreensão da dinâmica da economia na prática é o propósito central da gincana”, destaca o presidente do Corecon-SC, Silvio Martins Filho.